Balkrishna Doshi ganha o Prémio Pritzker 2018

O júri do Prémio Pritzker de Arquitetura deste ano escolheu o arquiteto indiano Balkrishna Doshi, conhecido como B.V. Doshi ou Doshi, como vencedor do Prémio Pritzker 2018. 


Estudante e colaborador de Le Corbusier e Louis Kahn e em atividade há mais de 70 anos, a arquitetura poética de Doshi baseia-se em influências das culturas orientais, resultando em uma obra que “tocou vidas de todas as classes socioeconómicas em um amplo espectro de programas desde a década de 1950 “, disse o júri.

ver mais aqui


A casa-girasol de Manuel Vieira Lopes

Casas em Movimento.

Casa que se move à procura do Sol já gira em Matosinhos. Um projecto português de arquitectura futurista registou a patente nos Estados Unidos da América e já está pedida em mais 77 países. Casas em Movimento já tem o primeiro imóvel, em Matosinhos, no cruzamento das ruas de Goa e Alfredo Cunha, em frente à PSP.


Fernando Abellanas - Estúdio debaixo da ponte

Fernando Abellanas montou um pequeno estúdio debaixo de uma ponte na cidade de Valencia, Espanha.

Fernando Abellanas é uma daquelas pessoas que está entusiasmada em deixar sua impressão em lugares escondidos na cidade, construindo espaços acolhedores que ele compartilha apenas com aqueles que têm a sorte de encontrá-los, tudo sob uma admirável filosofia artística que convida à reflexão sobre o efêmero, o alternativo e o idílico.

fonte




Parque subterrâneo para bicicletas

Com o crescimento do uso de bicicletas nas cidades, é importante encontrar soluções de parqueamento que não interfiram com a qualidade do espaço público, mas ao mesmo tempo protegam as bicicletas dos roubos e de intempéries.

Com isso em mente, em 2013 a Giken criou o ECO cycle, que não é nada mais que um parqueamento subterrâneo totalmente automático. Atualmente já estão instalados 50 parques no Japão e uma internacionalização do modelo já se encontra em curso.